www.passandoalimpo.com

Arthur Godoy Júnior

arthur007@uol.com.br

(17) 99119-2715


São Paulo, 22 de agosto de 2017

Atualizado às 10h40

online


WhatsApp - (11) 9 9118-5007


A notícia mais importante desta atualização

Ministério Público pede investigação criminal sobre declaração de Macchione e secretária da Educação sobre horário de trabalho

Leia logo abaixo...


Vamos cantar?



- Se continuar assim, esta história da secretária vai parar na ONU...

- Ou na Papuda...


- O Ministério Público de Catanduva encaminhou para investigação criminal as declarações da Secretária da Educação, Sandra Bonifácio, e do prefeito Afonso Macchione a respeito do horário de trabalho realizado na secretaria pela titular da pasta. Tudo começou quando houve o anúncio que a secretária dá aulas no Colégio São Matheus duas vezes por semana, no período da manhã. O colégio soltou declaração que às segundas-feiras, Sandra trabalha até às 13h00. O prefeito Afonso Macchione, por sua vez, assinou declaração que a secretária trabalha a partir das 13h00.

- Porém, em sessão na Câmara Municipal, a própria secretária informou ser impossível essa sequência de horário, informando ainda que entre um emprego e outro passa em casa para almoçar, e chega na secretaria por volta das 13h50.

- Como as informações prestadas estavam em documento público, a promotoria viu indícios de falsidades de informações - supostamente uma Falsidade Ideológica. O pedido para investigação foi encaminhado para a área Criminal, que agora deverá solicitar pedir a abertura de um inquérito policial na Seccional de Polícia.

- Enquanto isso, a secretária continua em seu cargo.

- Na semana passada, professores da escola Musa, localizada no Jardim Alpino, passaram por momentos de tensão. O relato está logo abaixo, no espaço do leitor. Caso este episódio tivesse ocorrido na segunda-feira ou na quarta, pela manhã, a secretária estaria dando aulas no São Matheus.

- A deputada Beth Sahão promete processar autor de postagem no Facebook que fez uma montagem sua com o deputado Vacarezza, acusado de corrupção. Segundo a deputada, já conhece o autor da postagem e acionou seus advogados. Na nota, existe a informação de repasse de recursos de Vacarezza para Beth Sahão, em campanha eleitoral. O site Passando a Limpo verificou os recursos e eles são absolutamente irrisórios e legais.

- O site Passando a Limpo repudia fakes de redes sociais.

- O Ministério Público abriu procedimento para apurar suposto assédio moral que teria sido realizado pelo prefeito Afonso Macchione, o secretário de Esportes de Catanduva e o vereador Amarildo Davoli. Um funcionário da Smelt teria sido desligado por conta de sua ligação familiar com um dos assessores da Câmara, da chamada oposição. Segundo informações, o secretário já teria confirmado que recebeu ordens do prefeito neste sentido e os motivos políticos.

- O vereador Amarildo Davoli, nos bastidores, negou qualquer ligação com o episódio. E acreditamos no vereador.

- Agora, se for comprovado este suposto assédio moral, o episódio Ditinho Muleta ganha outros contornos já que jamais se acreditou na participação direta do prefeito Afonso Macchione nesta história.

- Olhem que bonitinho. Vejam o que alunos da escola Musa, no Alpino, fizeram com as camisetas escolares:

A cada atualização, esta coluna receberá novos comentários e informações. Colabore enviando seu e-mail para arthur007@uol.com.br, com o título "Na Ponta da Pauta". Após recebermos a informação, realizaremos a checagem e publicação. Sigilo absoluto. Passando a Limpo: é você quem faz!


Opinião

Concorrência desleal ou desonesta

Arthur Godoy Júnior

Olá amigos leitores, queridas leitoras. Vou me ater apenas aos fatos, já que boatos é que não faltam. Na semana passada, o secretário de Desenvolvimento de Catanduva, Fábio Rinaldi Manzano, esteve na Câmara Municipal de Catanduva para apresentar projeto de Lei Complementar que - segundo ele - iria abrir as portas da cidade para novos investimentos.

Sem muita firula, a história é mais ou menos essa. Em seu segundo mandato, o prefeito Afonso Macchione tentou aprovar um texto que dava isenção para novas empresas que se instalassem em qualquer ponto da cidade. ISS, IPTU e outras taxas seriam isentas por cinco a seis anos. Macchione nãom conseguiu que sua idéia fosse adiante, e o assunto morreu com o fim de seu mandato.

Ao assumir, Vinholi pegou o texto e fez modificações. Dava as mesmas isenções, mas limitava o benefício para as áreas industriais e pontos que estavam em possível expansão, na periferia. Com isso, essa isenção não teria nada a ver com o centro da cidade e outros pontos comerciais do município. Pois Macchione assumiu e parece que uma de suas metas é desmontar o governo Vinholi, pois já preparou um projeto de Lei Complementar alterando o texto do ex-prefeito e voltando a insistir na isenção para a cidade toda.

Além disso, outros pontos foram indicados. Mudanças na composição dos conselhos que tratam sobre o assunto e algumas perfumarias, que não alteram nada o quadro. Na realidade, é o primeiro artigo, o da isenção, que é a grande preocupação do Executivo. Fabio Rinaldi foi muito competente em sua fala, até mesmo porque - pelo explanado - trabalha nesta história desde o primeiro mandato do atual prefeito. Num dos momentos, irritou-se com o vereador Gaúcho e com o vereador André Beck. O primeiro por citar a demora na resolução do problema da ponte da avenida José Nelson Machado como possível incompetência e o segundo por demonstrar claramente que é contra esta isenção no centro da cidade e ao lado de outros pontos comerciais.

A irritação de Manzano pode ser vista de duas maneiras: de alguém que está trabalhando muito ou de uma pessoa que não gosta de ver suas idéias serem contrariadas. Como ali ele fazia a pose de modesto e bom moço, vamos acreditar que foi um pouco de ambas.

O vereador Amarildo Davoli diz que é a favor da concorrência, e disse que o dono da loja de sapatos deveria ficar feliz com a abertura de uma loja idêntica, ao lado - pois assim poderia demonstrar a qualidade de seu produto. Davoli foi infeliz ou inocente nesta fala. Pois isso é de fácil explicação.

Vamos pegar um exemplo. O vereador Maurício Gouveia tem a Esporte Show, que vende material esportivo na rua Brasil. Vamos supor que o tênis Nike dele custe R$ 500,00. Aí, vem o Arthur Godoy e abre na porta da Esporte Show a loja "Arthur Grandes Esportes". Mas eu não preciso pagar qualquer imposto para a prefeitura. Não preciso pagar IPTU, ISS e os escambau. Com isso, posso colocar o mesmo tênis no valor de R$ 450,00. Maurício irritad, desce o preço para R$ 440,00. Eu coloco o meu na promoção por R$ 390,00. O consumidor que não é tonto, vai mandar o Maurício plantar batata e vai comprar o meu material. Em um ano, Maurício quebra. Simples assim. Mais simples que isso, só seu eu desenhar.

Será que é difícil entender que essa história não traz benefício algum para a cidade? E mais: depois de cinco anos mamando em Catanduva, o Arthur Grandes Esportes fecha a sua loja e vai abrir em outro lugar. E o Maurício vai estar vendendo sorvete na esquina, pois sua empresa - séria e pagadora de impostos - quebrou.

Bem, isso é uma concorrência desleal. Por outro lado, se atrás de toda essa história existir a intenção de beneficiar algum grupo que pretende se instalar na cidade - seja na área de estacionamento ou de locação de salas etc e tal - passa a ser uma concorrência não apenas desleal e desonesta.

Sugiro que a ACE e o Sincomércio, além de outros empresários e comerciantes fiquem atentos e procurem seus vereadores. Sou a favor da expansão do comércio, da indústria, já que precisamos e muito de empregos. Mas sou contra a especulação. O secretário disse que é contra o "protecionismo no centro". Isso, Manzano, não é protecionismo. Isso é concorrência. Quem tiver competência, que se instale pagando todos os impostos. Caso contrário, que abra uma empresa nos distritos industriais ou em outros pontos comerciais na periferia.

A decisão está nas mãos dos vereadores. Inclusive do próprio Maurício, que antes de tudo, é comerciante na cidade.

Meu nome é Arthur Godoy.

Este é o site Passando a Limpo, atualizado diretamente de São Paulo.

E amigos leitores, fiquem bem. Onde quer que vocês estejam...


Arthur, bom dia.

Há algumas semanas alguns alunos do Musa tiveram um desentendimento fora da escola em uma pracinha do bairro, infelizmente esse desentendimento gerou brigas e discussões dentro da escola.

Na quinta-feira um dos alunos envolvidos levou uma faca para ferir o outro sendo impedido por nós funcionárias e pela diretora, tomamos as devidas providências acionando a guarda municipal e entrando em contato com a família do aluno. Na sexta-feira no final do intervalo esses dois alunos brigaram, foi uma briga muito feia, e após apartarmos a briga o garoto que havia levado uma faca no dia anterior fugiu pelo telhado da escola indo até sua casa pra buscar a faca novamente.

Nossa escola não tem muros e nem segurança alguma, nossa única proteção são as portas que mantemos sempre fechadas e foi graças a isso que o aluno com a faca não consegui entrar. Novamente a guarda municipal foi acionada e a polícia militar também e o conselho tutelar, foi feito boletim de ocorrência e amanhã haverá uma reunião para decidir o que será feito em relação à esses alunos

Nossa escola está abandonada, não há segurança e falta até professoras.

Não temos professoras para algumas salas e os alunos estão sendo colocados em salas de outras séries

As poucas professoras que temos acabam ficando com aproximadamente 40 alunos nas salas, às vezes ficam misturados alunos de 2°, 3° e 4° ano na mesma sala, infelizmente é um descaso com a educação

Falaram tanto sobre os uniformes e no mesmo dia em que ganharam os uniformes alguns alunos fizeram desenhos nas camisetas.

Agradeço a atenção.

Professora do Musa (Jardim Alpino)

Mande seu recado, sua reclamação, sugestão, ajude a sua cidade. O e-mail para contato é arthur007@uol.com.br. Você pode clicar no link acima e escrever seu comentário.


Divulgação gratuita em prol do Hospital Mahatma Gandhi - Telefone para contato (17) 3524-9070


Colunismo mais que social tem nome e sobrenome:

Arlindo Gutemberg

- Oi gente, tudo very well? Buenos dias, senoritas... Podem guardar o Rivotril, os ansiolíticos e os produtos ilícitos. Para deleite das damas locais, casadas, solteiras, viúvas e amancebadas, o colunismo mais que social pede passagem e chega aos lares pachalenses a fim de de trazer luz às almas perdidas que ainda acreditam em boatos, mentiras, calúnias, injúrias e difamações, que páginas como o Pastando a Limpo não cansam de propagar... O colunista mais que social, EU, volta a sentar defronte sua Remington para dedilhar a mais pura verdade, para a nata local. Pois está na Bíblia: "quem pode, pode, quem não pode se sacode" - Corinthians 0 X 1 Vitória. Se não conhece a Bíblia, vai pra igreja...

- E a semana começou com as inverdades destiladas aos quatro cantos. Ditinho Cadeira disse que havia sido perseguido por Rei Fonsinho e Cindimar Ponto. Isso se Cindimar Ponto não ganhasse para a presidência da Câmara dos Lords. Eis que Ditinho Cadeira votou em Ari Seringueiro, e ao assumir seu posto, pulou feito bala em boca de destentado. Foi para lá, para cá, até cansar. Mas onde está escrito que foi ordem de nosso Rei ou de Cindimar Ponto? Gente do céu, isso acontece com qualquer um. Tudo bem que mandaram o Ditinho ir escovar dente de cachorro lá no Centro de Zoonoses, no cafundó dos Judas. Mas isso acontece, faz parte. Quem não teve um dia difícil na vida? Mas tudo está sendo esclarecido aos poucos e a verdade irá aparecer de uma vez por todas...]

- Não sabe onde fica o Centro de Zoonoses? Eita, gente mal informada. Sentido Catiguá, segundo puteiro à direita...

- É o chamado "Circuito Turístico" da Pachalândia...

- Arlindo Gutemberg também é GPS local.

- Como nós não guardamos rancor algum, já preparamos para Ditinho Cadeira um novo departamento todo especial e de fácil acesso:

- São 382 degraus. E favor bater o cartão, senão teremos que dar falta, querido....

- E como os detratores continuam procurando cabelo em crina de cavalo, eis que chega a informação que o Ministério Público estará investigando a compra de tintas de Rei Fonsinho. Não há dúvida que tudo será devidamente esclarecido, e se não for, a culpa não será de nosso monarca. Ele não assinou e se assinou, não leu. E se não leu, não tem culpa. Essa é a lógica política da Pachalândia.

- Gente, nosso Reino comprou algumas tintas, devidamente bem empregadas...

- Tem gente dizendo que precisava de empenho, que a licitação foi meio fajuta, etc e tal. Mas vocês não entendem nada de arte? Pintura é arte, vem da alma e o que vem da alma é coisa de artista. E artista não pode ficar preso às burocracias mundanas. Senão, perde a inspiração. Tem gente que não sabe fazer casinha em folha de papel e quer discutir trabalho de artista? Vamos colocar a mão na consciência. As tintas foram compradas e devidamente utilizadas. Claro que na primeira chuva, a Pachalândia teve uma correnteza de cores, mas fazia parte do projeto. Quem não gosta de cores, que não participe do próximo Papai Noel Pedalando...

- Ah, e falando em Papai Noel pedalando, por corte nas despesas, não teremos Papai Noel e muito menos bicicleta. Sugiro que os pachalenses coloquem camisas vermelhas e saiam correndo de sininho na mão. (Camiseta e sininho por conta dos participantes).

- Nesta semana tivemos um belo espetáculo, o "Lendas". Gente do céu, este colunista mais que social foi convidado e por dever de ofício - acreditando que a nata social estaria presente - passei pelo Clube de Pênis, ops, Tênis. Sabe que as Lendas realmente estavam parecendo Lendas? Eram quatro: Milionário, Marciano, as rugas de Milionário e as rugas de Marciano. Os organizadores empurraram os vovozinhos para a pista e gritaram "vão lá e cantem". Ao lado deste colunista, uma septuagenária gritava "Lindooooooooosss". Duas mesas à frente, Denise Pai Ta Né, estava gravando o show e tirando selfie. Nosso beijo para a Denise Pai Ta Né.

- Pois as Lendas cantavam e acenavam. Quando apagaram as luzes, dormiram na hora.

- E neste próximo final de semana, teremos o Trio Los Angeles. Mas a Pachaândia virou o circuito da oitava idade? Well, O Trio Los Angeles que na realidade é um quinteto: um cantor, duas bailarinas e duas enfermeiras para segurar o tubo de oxigênio...

- O equipamento do show já está a caminho...

- Chega a informação que o dono desta joça de página, o Processado Godoy estará no show. O que não muda nada no cenário local, mas já da para imaginar a qualidade do público. Mas como é para o Hospital Mahatma Gandhi, temos que divulgar.

- Aproveito a oportunidade para avisar que o hospital estará angariando novos pacientes na platéia. Pode começar pelo tal de Godoy, o que seria uma benção para a Pachalândia, não?

- Serão sorteadas quatro camisas de força e ao invés de Lança Perfume, serão distribuídos vidrinhos de Rivotril...

- Ai, como o colunismo mais que social é mau....

- Well, um dos apresentadores será o Redondinho Melhado. Redondinho Melhado no microfone e Godoy na platéia. Só falta chamar o Zé Louco para cuidar do som...

- Mas será no sábado à noite. Dizem que vai ser uma "loucura".

- A apresentação será de Fabiane Berto, o que garante a presença deste colunista na primeira fila, e de babador no pescoço...

- Não posso babar muito senão me levam no lugar do Godoy e do Melhado.

- Mas mudando de pato para tatu, este colunista mais que social recebe semanalmente cartinhas de leitoras, querendo saber mais da intimidade deste que vos escreve. Uma delas, casada, ficou assadinha e perguntou como Arlindo Gutemberg, o único, perdeu a virgindade....

- Well, well, well...me lembro que tinha tenra idade, quando Mamãe Gutemberg contratou uma nega chamada Teresa...

- Uma noite, fria, o garotinho que um dia este colunista já foi, fingiu que errou de quarto e zupt, entrou nos lençóis da cama de Teresa. Estava tudo escuro mesmo....Ela estava tomando seu banho, ouvi o chuveiro parar de funcionar. Momentos depois, na escuridão, vi um vulto de aproximando da cama. Fiquei com cara de menininho em filme de Xuxa, e senti o corpo deitar na cama....

- Era Papai Gutemberg.

- Perguntei para o meu pai o que ele fazia ali, e ele me respondeu: "errei de quarto". E já me expulsou da cama, fazendo com que voltasse para o meu leito. Mas como já demonstrava uma certa sagacidade, saí dizendo que iria contar tudo para a Mamãe Gutemberg.

- No dia seguinte, Papai Gutemberg me chamou e fizemos um trato. Cada um teria direito de se perder três noites por semana. Feito isso, durante 25 anos, a Negra chamada Tereza fez a caridade para a família Gutemberg....

- Ela continua viva, com seus 92 anos. De vez em quando vou visitá-la, já que hábito é uma coisa que não se perde tão fácil... Sabe como é, né?

- Well, well, well... assanhadinhos e assanhadinhas. Chega por hoje, está bem? O colunismo mais que social é como beijo no cangote, tem que ser na medida certa, senão estraga.

- E com estas e outras, deixo meu beijo no coração de todos. Principalmente nas damas de nossa sociedade, que merecem todo o nosso carinho e algo mais.

(Arlindo Gutemberg, passando o rodo no Ditinho Cadeira).

PARA ACESSAR A PÁGINA DE ARLINDO GUTEMBERG NO FACEBUNDA - CLIQUE AQUI OU NO LINK ACIMA -


Telefone para informações - (17) 3531-5900


Administração e finanças

TCE constata direcionamento em licitação de tintas e Ministério Público abre investigação sobre compras realizadas na segunda gestão Macchione

O Ministério Público de Catanduva acaba de instaurar inquérito para apurar compra de tintas realizada no ano de 2010, perído da segunda administração Afonso Macchione. A promotoria pública se baseia em relatório apresentado pelo Tribunal de Contas do Estado que encontrou direcionamento em licitação realizada naquele ano, chegando a cancelar o contrato. Caso as informações sejam confirmadas, o prefeito poderá responder por improbidade administrativa, perda de direitos políticos e até mesmo a cassação de seu mandato. O departamento jurídico da administração ainda não se pronunciou sobre o assunto.

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, por sua conselheira Cristina de Castro Moraes, julgou irregular o contrato entre a Prefeitura Municipal de Catanduva e a Indutil Indústria de Tintas Ltda.

Trata-se de exame da Licitação na modalidade Pregão Presencial nº 192/2010 para aquisição de material para pintura de sinalização de solo.

A instrução inicial da matéria coube a Unidade Regional de São José do Rio Preto, que elaborou laudo concluindo os apontamentos de irregularidades que comprometem a licitação e a Ata de Registro de Preço.

Entre as indicações de direcionamento da licitação estão:

As cotações de preços que serviram de base para a estimativa inicial dos gastos foram encaminhadas de um mesmo aparelho de fax, pertencente à empresa ganhadora do certame, indicando irregularidades que comprometem o orçamento inicial, bem como a comprovação da adequação dos preços ofertados com as práticas do mercado.

Não foram encaminhadas as justificativas para a contratação.

Desatendimento de cláusula editalícia, quanto à realização de testes nas amostras dos produtos.

Os preços pactuados estariam em desacordo com os praticados no mercado, segundo pesquisas à época da adjudicação.

Não houve publicação da adjudicação.

A Ata de Registro de preços não discrimina os preços de cada item registrado.

Ausência do Termo de Ciência e de Notificação.

Realização de despesas sem o prévio empenho.

Para o tribunal, houve possível dano ao erário decorrente das despesas por conta da contratação em tela no importe de R$ 272.717,20, e a adoção do critério “menor preço global” em detrimento do “menor preço unitário” mostrando uma restrição apta a frustar a participação de potenciais fornecedores na disputa, comprometendo a isonomia e a obtenção da proposta mais vantajosa para a Administração.

Ratificando o posicionamento jurídico da Assessoria Técnica e do Ministério Público de Contas a Conselheira julgou irregular a licitação e o contrato.

A empresa que ganhou a licitação foi a Unditil Tintas. As tintas adquiridas foram utilizadas, em tese, na sinalização de solo por parte da Secretaria de Trânsito.

O secretário da época, José Garcia, faleceu.



O slogan entre intenção e gesto

Luiz Roberto Benatti

Na definição da Wikipedia, o slogan é uma frase de efeito que visa ao propósito político, religioso ou comercial. À frente das Cruzadas, tremulava a flâmula dos cristãos, abaixo da qual lia-se o belicoso slogan "In hoc signo vinces", com o significado de "Com este símbolo vencerás", e lá se iam os muçulmanos para o inferno.Conclusão: vencedor era aquele que reexpedia o adversário, com elmo e montaria, para o inferno. Há pouco, a Coca-cola vulgarizou o slogan "Coca-cola é isso aí" que, se não serviu para vender um litro a mais do refrigerante, deve ter colocado a pulga atrás da orelha de quem se perguntou sobre o significado de "isso".Conclusão: se você não souber o que é "isso", como irá deduzir que "isso é isso"?

Como vêem, o mundo encaminha-se para a idiotia plena. Seja como for, para surtir efeito e colar-se na cabeça do cidadão, o slogan deve ser repetido. Por isso é que o Papa João XXIII, criatura que se excedeu tanto no bom humor quanto na capacidade de pensar o que parece ser impensável, advertiu-nos para não deixarmos a cachola aberta o tempo todo porque se não jogariam lixo nela. Foi o que ele, de fato, afirmou. Os slogans da administração pública de CTV e São José do Rio Preto eram antitéticos, quer dizer, em tudo e por tudo oponentes. Conclusão: se um deles estivesse certo, o outro fatalmente estaria errado. Obrigado, Aristóteles! Dizia o slogan riopretense: "Fazendo o que tem de ser feito"; e o de CTV: "Trabalho sério, resultado certo".

A palavra trabalho aparece de maneira implícita ou explícita nos dois slogans, assim como já havia marcado, de modo definitivo, o convite socialista à greve: "Trabalhadores do mundo, uni-vos!"Primeiro a palavra, por trás da qual acha-se o projeto ou a intenção; a seguir, o trabalho ou a ação. Por que os dois slogans eram antitéticos se em ambos a palavra-chave "trabalho" inscrevia-se como fundamento da mensagem? Analise: o slogan de Rio Preto não indicava que, por trás da divisa, existisse alguém. Ele era discreto, porque nele o grau de narcisismo tinha sido reduzido ao mínimo. Além disso, ele afirmava que não sabia, de antemão, o que deveria ser feito e que, para fazê-lo, teria de consultar os cidadãos. A consulta é fundamento básico da democracia. Feita a consulta, o administrador não poderia tergiversar, já que a expressão "tem de" indica obrigatoriedade. O slogan riopretense era verbal e substantivo; o de CTV tinha dois adjetivos e ambos estavam em desajuste, sem que antecedente e consequente se acasalassem. "Certo" não é nem será jamais a conseqüência de "sério". Não fosse isso, não haveria lugar no mundo para o humor.

O slogan de Rio Preto era dinâmico, portanto aberto ao imprevisível; o de CTV estava fechado à consulta popular, porque, qualquer que tivesse sido a obra, ainda que absolutamente desnecessária, ela estaria "certa".O slogan de CTV era determinativo, estranho e avesso à interpretação ou à avaliação. Tudo poderá ser sério, até mesmo o que não for sério. Antes mesmo que a obra tenha sido imaginada, ela já teria recebido o carimbo de coisa certa.É verdade que os bebês poderão ter recebido nome antes de nascer, todavia, se serão bons ou maus mais tarde, não sabemos. Nunca antes vira-se desconcerto desse tamanho. Se o sério for sempre certo, o que estará errado? Já sei! O cômico, a descontração, a naturalidade, a vontade para admitir-se que a cidade estava enclausurada na Curva Quadrada dos Ventos Circunspectos e meio faminta à porta da cozinha piloto. Com a condenação do slogan imposta pelo MP, confirma-se o grau superior de dificuldade que Afonso Macchione tem em aceitar da parte de quem quer que seja a emissão de pensamento diferente do seu.

O menosprezo ao pensamento do outro é resultado de elevada expressão narcísica.


ESPAÇO DA CÂMARA - JORNAL DA CÂMARA -11/08/2017


CIDADE SEM LUZ!

Leitores enviaram relação de ruas que continuam às escuras

Rua Lorena, 215 Vila Paulista, continua com lampada queimada.

Rua varginha. Sta Rosa á mais de 60 dias no escuro. Socorro

Rua Professor Nelson Pires e o resto do Parque José Cury!! Uma vergonha!!

Rua estância, entre colina e Guariba, continua apagada. O bolo já está encomendado.

Rua São Roque e Guarapiranga, perto da rodovia da laranja, todos os postes apagados

Viviane Affonso Affonso Sebastião Moraes, em todas as ruas, tem vários postes sem lâmpadas.

Rua união da Vitória e Rua Vila Maria.

Rua 15 de novembro 672

Semáforo da Amazonas esquina com Bahia, instalado - e apagado - há mais de três meses.......

Av. Angelino Ceneviva.

Rua Blumenau entre Ruas Saverio Vertoni e Lajes....a uns 3 meses.....

É so clicar e copiar na lista antiga. Principalmente nos bairros.

R. Manaus perto da Araraquara,esta no escuro desde outubro 2016, logo faz aniversario.

Rua Aurora 35 - Parq. Glória V

Rua lajes 390 vertoni

Rua José Natal Batista, Pacha 2 escura

Rua barra do garças jardim sales

Só se comprar a lâmpada do próprio bolso

Olavio Serpa

Rua Barretos em frente ao Oliveira Barreto..

Rua pinhal entre a Piracicaba e São Carlos só faz um ano q não tem luz

Rua mandaguacu 26 sebastião moraes está apagada a mais de seis meses.

Rua Bálsamo com Rua Fernandópolis, Vila São Luiz faz mais de 60 dias

Disseram que chegou material e continua a mesma merda ,rua Porto alegre 613 lâmpada queimada, mesma rua no mesmo lado poste 63 -19 lâmpada acende e apaga, mesma rua 675 lâmpada acende e apaga isso já faz 6o dias que eu liguei no telefone 3522 00 18 e nada de nada.

Rua Guariba ... 703 ... Ponto de ônibus ... Não tem no Quarteirão uma só lâmpada.Todinho no escuro! Desde janeiro já notificado a Prefeitura!

Quase todas do Solo Sagrado 1

Paraná 118 e Petrópolis 251 escuridão total + toda esquina da Sorocaba!Dá medo à noite!!!!

Rua pauliceia n°20

Rua Olavio Serpa 345

Continua no escuro há 7meses, Av Porto Ferreira, 282

Caro amigo leitor, caso o seu problema tenha sido resolvido, nos informe para que possamos atualizar a lista. E caso a sua rua não esteja nesta relação, nos envie o endereço para arthur007@uol.com.br ou whatsapp (11) 99118-5007. Ainda estamos com um espaço no Facebook para que as pessoas possam indicar os pontos de escuridão.


Dia seguinte...

- Está todo mundo no escuro!! E cadê a força-tarefa da iluminação?


É só clicar

- Esse ano não teve Festa das Nações?

- Você compra uma carteira de couro. Maravilha. Mas em cinco meses, o plástico que segura os documentos já rasgou todo ... De que adianta a carteira ser de couro?

- Funcionários da Pró-Saúde ainda esperando o pagamento de salários...

PARA LER OS PRINCIPAIS ARTIGOS E COMENTÁRIOS PUBLICADOS NO FACEBOOK - CLIQUE AQUI


FRENTE

CIDADÃ

Março de 2017

A relação de todos os contratados pelo Programa Social Frente Cidadã.

O objetivo do Programa Frente Cidadã é a qualificação para o trabalho, com a participação temporária e caráter assistencial. Resgatar os vínculos sociais e produtivos de trabalhadores de ambos os sexos, desempregados e a promoção de ações articuladas ao Poder Público e das entidades assistenciais do nosso município.

As inscrições são abertas para homens e mulheres, e para fazer é necessário responder alguns quesitos: Ser maior de 18 anos; residir no município por pelos menos dois anos; não ser beneficiado pelo seguro desemprego, aposentadoria, pensão, idoso/deficiente; para jovens em liberdade assistida; para portadores de deficiência.

Veja abaixo os contratados registrados em março de 2017 - N - O -

Naiara Santos Ferreira

Neusa Aparecida da Silva

Osmario Gomes da Silva

Osvaldo Barbosa

Paula Cristina de Sá

Patricia Trajano

Paulo Albino Nezio

Paulo Aparecido Luciano Venancio

Paulo Luiz Tomarazzi

Paulo Rogerio Aglio

Pedro Minervinho Sardinha

Priscila Viana Ferreira


Enquanto isso...

- Essa lista do Frente Cidadã não acaba nunca?

- O durou sou eu, que me chamo Yuri...


Sebrae oferece oficina gratuita de gestão do negócio

O Sebrae de Catanduva realiza, no dia 25 de agosto, das 13 às 16 horas, a oficina gratuita “Ganhe Mercado”, com o objetivo de sensibilizar empresários de Catanduva e região para a utilização do marketing na gestão dos seus negócios. As vagas são limitadas e as inscrições devem ser feitas até o dia 24.

De acordo com o órgão, a intenção da oficina é permitir ao empreendedor compreender sobre o posicionamento correto da sua empresa no mercado e a adequação do produto de acordo com o público alvo.

As palestras disponibilizadas pelo Posto Sebrae Catanduva fazem parte de parceria entre o próprio Sebrae e a Prefeitura, Associação Comercial e Empresarial (ACE), Sincomércio e Sindicato Rural.

A oficina é gratuita e será realizada na nova sede do Sebrae: o Poupatempo. As inscrições podem ser feitas pelo telefone (17) 3531-9793 ou pelo e-mail

paecatanduva@catanduva.sp.gov.br.

Serviço

O Posto Sebrae de Catanduva está localizado no Poupatempo, na avenida Comendador Antônio Stocco, 537, no Parque Joaquim Lopes.

Mais informações pelo telefone (17) 3531-9793.


Aguardando atualização...


http://twitter.com/arthurgodoyjr




Tempo e temperatura



Em algum lugar do passado...

Amigo é coisa para se guardar...

Filiação de Roberto Cacciari no PMDB. Com a presença de Afonso Macchione, Temer e Edinho Araújo...O final da história todo mundo conhece...


Para avaliar o que leu no site Passando a Limpo e o nosso trabalho e linha editorial, clique no banner acima.

Coleta de dados em 13/08/2017

O que você achou do que leu no site Passando a Limpo?

O site foi imparcial, isento e pluralista. 4.92%

O site foi parcial. 26.23%

Passando a Limpo exagerou, foi sensacionalista. 16.39%

As matérias e opiniões apresentadas foram coerentes. 8.20%

O site Passando a Limpo não preencheu minhas expectativas. 4.92%

Passando a Limpo foi completo. 4.92%

Passando a Limpo foi preconceituoso. 0.00%

O site omitiu informações. 9.84%

Passando a Limpo foi pontual e excelente. 4.92%

Passando a Limpo está desatualizado. 14.75%

Passando a Limpo não está nem melhor nem pior que os jornais. 0.00%

Os colunistas foram bem. 4.92%

Os colunistas foram lamentáveis. 0.00%

Após a leitura, nada tenho a avaliar. 0.00%


Google


JORNAIS


PODERES


ENTRE EM CONTATO

99119-2715

(017)

- Não precisa discar código de operadora. É direto!

ou...

(011) - 99118-5007

(011) - 2725-1346

E-mail: arthur007@uol.com.br


Conectados

Onde estão os nossos leitores...

No Brasil

Potirendaba, Palmares Paulista; Novais; Elisiário; Tabapuã; Novo Horizonte; Carapicuiba; São Pedro; Ribeirão Preto ; São Paulo ; Catanduva ; São Jose Do Rio Preto; Campinas ; Araraquara ; Bariri ; São Carlos; Brasilia ; Rio de Janeiro; Marilia ; Sorocaba; Aracaju ; Presidente Prudente; Araçatuba ; Lins ; Paulínia; Osasco ; Fernandópolis; Porto Alegre ; São Jose Dos Campos; Uberlandia ; Barretos ; Franca ; Braganca Paulista; Santo Andre ; Americana ; Piracicaba ; Bauru ; Recife ; Tres Lagoas; Guarulhos ; São Vicente; Belo Horizonte; Assis ; Santos ; Hortolândia; Pindamonhangaba; Apucarana ; Jundiai ; Cuiaba ; São Caetano Do Sul; Nova Odessa ; Leme ; Indaiatuba; Navegantes; Pelotas ; Curitiba ; Salvador ; Goiania ; Rio Claro; Florianópolis; Barueri ; Manaus ; Taubate ; Limeira ; Itajuba ; Adamantina; Fortaleza ; João Pessoa; Presidente Epitácio; Santa Maria ; Cornelio Procópio; Blumenau ; Mogi-Guacu ; São Leopoldo; Londrina ; Bélem ; São Luis; Lorena ; Cascavel; Campo Grande; Suzano ; Botucatu ; São Sebastião; São João Da Boa Vista; Natal ; Ourinhos; Vitoria ; Porto Velho; Laranjal Paulista; Nova Iguacu ; Macapa ; Porto Ferreira; Caxias Do Sul; Chapeco ; Maceió ; Pocos de Caldas; Novo Hamburgo; Vila Velha ; Joinville ; Niteroi ; Dracena ; Cubatão ; Petrópolis; Uberaba ; Criciuma ; Teresina ; Canoas ; Conquista; Palmas ; Iperó ; Vitória Da Conquista; Imperatriz ; Vicosa ; Sete Lagoas; Porto Real ; Juatuba ; Itarare ; Jaguarari ; Santa Rosa; Caçador ; Ponta Grossa; Tupã ; Araguaina; Macaé ; Alfenas ; São Bernardo Do Campo; Eunapolis ; Passo Fundo; Cafelândia ; Flores Da Cunha; Cabo Frio ; Sobral ; Rio Verde; Mocóca ; Parobe; Itaperuna ; Barra Mansa; Campos ; Ribeirão Pires; São Jose Do Rio Preto; Lençóis ; Caetite ; Ijui ; Braço Do Norte; Mossoró ; Juazeiro Do Norte; Campina Grande ; Simões Fiho ; Floresta ; Teófilo Otoni; Três Corações; Teresópolis ; Paulista ; Dourados; Santana Do Livramento; Itaguai ; Itapetininga; Araxa ; Lajeado ; Cataguases; Cotia ; Avare.

Ao redor do planeta

United States ; Canada ; United Kingdom ; Panama; Argentina ; Portugal ; Italy ; Spain; France; Nigeria; Japan ; Angola; Germany; Chile ; Switzerland ; Ireland ; Turkey ; Guatemala ; Ecuador ; Russia ; Mozambique; Netherlands ; Sweden ; New Zealand; Czech Republic; Bolivia ; Colombia ; South Korea; Estonia ; Mexico ; Norway ; Paraguay ; Dominican Republic.

Fonte: Google


Sua cidade não está na lista? Mande-nos um e-mail para que possamos atualizá-la.


Se você gostou deste site, acha que falta alguma coisa, colabore com a gente. Envie e-mail para arthur007@uol.com.br, ou telefone para (17) 9119-2715. Precisamos do seu apoio e incentivo, já que esta página é editada em São Paulo - S.P., a 385 km de Catanduva e região. Nossa intenção é informar, debater e ajudar. Mande suas informações, fotos, comentários. Ajude a manter este espaço. Agradecemos desde já. (Passando a Limpo)


Atenção!

Para ter Passando a Limpo em seu órgão de informação, ou receber material editorial de Arthur Godoy Junior, entrar em contato com a direção do site pelos telefones, e-mail ou endereços citados nesta página. Consultorias em jornalismo e estratégias de informação também podem ser adquiridas pelo mesmo método.


Site Meter


Passando a Limpo é uma publicação on-line do jornalista Arthur Godoy Júnior (MTB 26.822) Endereço para contato: Rua Domingos Teotônio Jorge nr. 61 - Aricanduva - São Paulo - S.P, CEP 03904-040. Telefones: (17) 99119-2715, (0xx11) 2725-1346 e (0xx11) 99118-5007. E-mail: arthur007@uol.com.br - Hospedado na Locaweb - São Paulo. On-line desde 19/01/2003.