www.passandoalimpo.com

Arthur Godoy Júnior

arthur007@uol.com.br

Telefone e WhatsApp (11) 99118-5007


São Paulo, 05 de junho de 2020

Atualizado às 00h05

online



Saúde

Casos de pacientes com problemas respiratórios registram aumento; números preocupam profissionais da saúde

Nos últimos dois dias. houve aumento significativo de atendimentos hospitalares com pessoas com problemas respiratórios. Segundo informe do Hospital São Domingos, entre a última terça-feira e ontem, foram nove pacientes internados no setor de atendimento respiratório, um aumento de 87,5% do número daquela ala.

Durante esta quinta-feira, o site Passando a Limpo teve acesso a comunicados internos, e até mesmo mensagens enviadas por médicos. Todos se mostraram preocupados com este panorama. O setor de comunicação da Unimed Catanduva, que dirige o hospital, deixou bem claro que os números citados não correspondem a novos pacientes com o Covid-19, mas todos eles passarão por exames e aguardarão resultados.

Obviamente que o Coronavírus preocupa, mas segundo especialistas o período de frio ou inverno, favorece o agravamento deste tipo de doença. "Nesse período é comum a baixa umidade do ar, as alterações bruscas de temperatura e o aumento da poluição atmosférica, fatores preocupantes para quem sofre de doenças respiratórias crônicas. Além disso, nos dias frios as pessoas costumam ficar mais tempo em ambientes fechados, com pouca ventilação, o que favorece o desencadeamento de doenças respiratórias e também a transmissão de gripe e resfriados e outras bactérias e viroses.", explicou Elie Fliss, do Hospital Oswaldo Cruz.

Porém, a preocupação médica catanduvense se apresenta acima do normal. Segundo uma mensagem encaminhada de um profissional - médico - todos os internos recentes apresentam quadros muito próximos ao Coronavírus. Os pacientes apresentam idade entre 45 e 81 anos. O maior problema é que alguns seriam da mesma família, indicando assim um caso grave de transmissão.

A prefeitura de Catanduva divulgou boletim indicando que são - nesta quinta-feira - 14 pessoas internadas. O município apenas conta como internados pessoas que são da cidade. Assim, corremos o risco de ter uma saturação do sistema, mas com números oficiais catanduvenses baixos.

O Brasil registrou nas últimas 24 horas um número recorde de mortos: 1473 vítimas.




Mande seu recado, sua reclamação, sugestão, ajude a sua cidade. O e-mail para contato é arthur007@uol.com.br. Você pode clicar no link acima e escrever seu comentário.


A cada atualização, esta coluna receberá novos comentários e informações. Colabore enviando seu e-mail para arthur007@uol.com.br, com o título "Direto da Redação", ou através do WhatsApp - (011) 99118-5007. Após recebermos a informação, realizaremos a checagem e publicação. Sigilo absoluto. Passando a Limpo: é você quem faz!


AS MULHERES VÍTIMAS DOS MALANDROS....

No ano de 1986, aquele em que tivemos Copa do Mundo, eu trabalhava como repórter policial na Rádio Centro América e no jornal Folha de Rio Preto. Ambos era do mesmo grupo, sendo fácil pegar a notícia tanto para um quanto para outro. Me recordo que numa manhã bem quente, com um caderno embaixo do braço entrei no plantão policial riopretense. Entre os boletins que verifiquei, encontrei um que uma mulher havia sido morta pelo marido. Na discussão, um empurrão e ela caiu batendo a cabeça na quina de uma escada da casa em que moravam. O homem fugiu, enquanto as duas crianças foram pedir socorro aos vizinhos.

Confesso que naquela época eu era bem mais inocente que hoje. Eu tinha, pelas minhas contas, 18 anos e minha formação humanista estava à flor da pele. Saí do plantão chocado, pois a tragédia da situação estava ali, nua e crua e devidamente registrada num documento oficial. Os anos passaram, a alma endureceu um pouco, mesmo assim a violência contra a mulher continua sendo um dos crimes mais infames. Ao mesmo tempo, menosprezado por alguns que desconhecem a realidade por trás de cada história. É fácil ouvir que "ela gosta de apanhar", "ela merece", "se largar, ela volta correndo". E assim criou-se o mito da mulher de malandro.

Dia desses conversei com uma vítima de violência. E passei a argumentar que ela deveria deixar o marido e cuidar da própria vida. Do jeito simples de quem é simples, ela me explicou sua vida. Nascida no nordeste, foi entregue pelos próprios pais ao marido, 20 anos mais velho. Sem saber absolutamente nada da vida, praticamente foi estrupada seguidamente até ficar grávida, do primeiro filho, que perdeu. Antes dos 17 anos, foi colocada dentro de um ônibus, praticamente como uma peça de mobiliário e foi trazida a São Paulo. E seus dias foram de tormento, com marido alcoólatra, violento, dominador, ciumento. E com isso, vieram três crianças. E ela, com 22 anos, era já uma jovem senhora.

Como dizer que esta mulher gosta de apanhar, que é mulher de malandro ou tem alguma perspectiva de vida? Não tem como voltar ao nordeste, pois praticamente é uma renegada pelos próprios pais. Se fugir, pode ser encontrada e até mesmo morta pelo marido. Os programas de proteção à mulher ainda são embrionários, e deveriam ter mais atenção do Estado (mas registra-se que já foi pior).

Estamos num período em que a sociedade está muito preocupada com tudo o que acontece. Mas hoje estamos vivendo de futilidades, querendo saber o que fulano ou ciclano fizeram, a Live da noite, quem está dormindo com quem, e acompanhando de camarote as brigas políticas de verdadeiros vagabundos.

Enquanto olhamos para a telinha pequena, com olhos ávidos, ao nosso lado podemos estar menosprezando vítimas e vítimas de uma tragédia que chega a matar cerca de 4 mil mulheres por ano.

Use máscaras. Mas não feche os olhos.

- Meu nome é Arthur Godoy Júnior.

- Este é o site Passando a Limpo, atualizado diretamente de São Paulo.

- E amigos leitores, fiquem bem. Onde quer que vocês estejam...


Programinha do dia 23/04/2020


Opinião

Prioridades

Neste ano, para quem não sabe ou não se interessa em saber, teremos eleições municipais. Com o surgimento da pandemia, o Congresso Nacional discute a possibilidade real de se adiar a data de escolha de prefeitos e vereadores. De outubro, possivelmente teremos eleições no dia 06 de dezembro, um domingo. Como Catanduva não tem segundo turno, será uma única data. Para as cidades maiores, o segundo turno deverá acontecer no dia 20 de dezembro. Está completamente descartada a possibilidade de mandatos extendidos, o que é uma ótima notícia pois ninguém está aguentando mais o atual quadro político. Mas não pensem que esta decisão é ato de cidadania, pois na realidade as eleições são um verdadeiro comércio onde muita gente ganha muito, e ninguém vai querer perder a boquinha de dois em dois anos.

Este site sempre foi e continuará sendo uma referência política de Catanduva, abrindo espaço para debates, discutindo tendências e apresentando a seus leitores aquilo que acontece nas campanhas, bastidores, e com respeito aos candidatos, suas propostas. Infelizmente, conversa de político não se escreve e entramos naquele período em que o campeonato é de quem mente mais e melhor. Ao tomarem posse, esquecem como um passe de mágica tudo aquilo que prometeu. Parece que a realidade se modifica, e os eleitos não têm pudor em remar contra sua própria palavra. O diploma eleitoral muitas vezes se transforma em certidão estelionatária, pois os eleitos passam a mutar, de uma forma vergonhosa. Ainda assim, o nosso trabalho é apresentar os candidatos, suas contradições, e eleitos, cobrar o cumprimento de suas promessas e posturas éticas frente à sociedade.

O problema maior é que no momento apenas os políticos que vivem da política e precisam da política estão preocupados com eleições municipais. Estamos vendo a morte de milhares de brasileiros todos os dias, a economia afundando, empresas fechando, milhares de desempregados, e governos praticamente sem rumo. O brasileiro não sabe absolutamente nada sobre o dia de amanhã, como também não sabe se conseguirá colocar o arroz feijão em cima da mesa para os filhos ou, pior, se não será atingido por um pandemia tão cruel que simplesmente ninguém chega a acreditar a respeito de sua existência. E com essa descrença, todos estão baixando suas guardas, pensando que o pior já passou.

Sabemos da importância de uma eleição municipal para uma cidade como Catanduva. Mas o nosso foco continuará sendo aquilo que de mais relevante acontece e podem ter certeza, neste início de junho, se existe algo que não merece uma linha de grandes considerações são as próximas eleições. Não dá para ficar discutindo quem apóia quem, quem vai estar ao lado de quem, enquanto as pessoas estão aflitas, tentando sobreviver. Não dá para ficar brincando de política enquanto centenas de pessoas na região começam a sentir na pele o problema do Covid-19. Simplesmente, não dá.

Nosso alvo é informar, debater, instruir, e ajudar. Neste momento, nosso alvo é estar ao lado do cidadão e não ao lado dos políticos que continuam pensando unicamente em eleições. Tudo tem o seu tempo. Uma hora, será a vez de discutirmos as tais propostas, ou mentiras bem contadas.

Mas, por enquanto, nossa luta é bem maior. É estar ao lado de quem realmente está precisando de informações para o sustento de seu lar.

Prioridade é prioridade. O resto é perfumaria.

Esta é a opinião do site Passando a Limpo.



tête-à-tête

SALOMÉ PACHÁ

Ela tem linha direta com o governo e ainda nutre esperanças...

Alô, alô? Oi, tudo bem? Por gentileza, poderia me chamar a Marta? Isso, a Marta. Pode falar que é a Salomé, ela conhece. Ah, tudo bem, eu espero. Ah, oi??? Quem está falando? Marta? Mas que voz estranha....Tem certeza que é a Marta, a prefeita? Ah, é? Mas o que aconteceu com sua voz, querida? Ah, são as máscaras? Como assim, "máscaras"? Você está com quantas no rosto? Como? Oito? Tudo isso, Marta? Mas dá para respirar? Ah, com o tempo acostuma? Mesmo assim, toma cuidado, viu. Eu concordo, concordo mesmo. A coisa está perigosa. Melhor ter falta de ar por causa da máscara do que pela gripe. Mas é bom também passar um álcool em gel na mão, viu querida.... Ah, quando você tira as luvas você passa? Muito bem... Mas, desculpe a pergunta, Marta. Mas quantas luvas você está usando? Ah, nove em cada mão. E consegue fazer alguma coisa com tudo isso, querida? Ah, certo. Fica difícil para usar o celular...Imaginei... E não esquenta? Não tanto quanto o protetor de rosto? Mas qual protetor, Martinha? Ah, aqueles que parecem capacete da Nasa? É, a gente tem que realmente se proteger.... Mas mudando de assunto, Marta. E o comércio, hein? Sim eu sei que a ordem é do Dória, que é melhor não contrariar. O problema é que você prometeu no rádio e todo mundo ouviu.... Como é que é? Você foi mal interpretada? Tem certeza, querida? Ah, é culpa da imprensa. Culpa dos grupos de WhatsApp, não é mesmo? E você não quis enfrentar o Ministério Público, né? Concordo. Melhor não ficar dando bobeira, ainda mais que está acabando... Só tem que aguentar até o final do ano, não é? Marta, me explica uma coisa. O que está liberado? Supermercado, banco, lotérica e pet shop. E o resto? Ah, drive thru? Você liberou isso? Mas como é faz? A pessoa escolhe o produto e depois passa com o carro para pegar? Ah, não é assim? Não pode chegar perto da loja. Como é que é? O comerciante tem que jogar lá de dentro? E dá certo, Marta? Ah, sei, sei. Melhor do que enfrentar o Dória, não é mesmo? Eu sei, eu sei, que você não quer problemas. Isso todo mundo sabe. Mas é que o pessoal ficou animado..., não é? Ah, lugar de gente animada é no rodeio? Apesar, né querida, que pelo visto este ano o rodeio vai emendar com o Natal... Viu que o Dória falou? Disse que se for o caso, o Dia das Mães comemora em agosto. O dia dos pais? Ah, sei lá, pode comemorar em fevereiro do ano que vem, antes do Carnaval. Sabe o que não entendo? Todo mundo querendo feriado para ficar em casa, e agora que pode ficar, todo mundo quer sair... Dá pra entender uma coisa dessas? E você, Marta. Está passando pelo menos um álcool em gel? Como assim, a usina está colaborando? Quanto você está passando, Marta? Dois baldes de manhã e dois baldes de tarde? Tudo isso? E você acha pouco??? E tem notícias do Afonso? É, depois que ele saiu da prefeitura nem deu para ir viajar para a Itália. Pelo menos ele agora pode passar álcool nas mãos que o pessoal não implica, não é mesmo??? Ah, Marta, cuidado para não engasgar com as máscaras, querida. Segura o riso.... Bem, preciso desligar. Eu ia na Igreja, mas o padre falou que não tem nem missa de sétimo dia. Agora, a Missa do Galo vai ser comemorada na Páscoa... Um beijão, querida.... Ah, se eu lavei o telefone antes de ligar? Não, acho que não.... Vixe, desligou rapidinho.... Acho que ela pulou no balde do álcool....





A notícia não tem hora para acontecer...

GRUPOS DE WHATSAPP PASSANDO A LIMPO

Os leitores do site Passando a Limpo que tiverem o aplicativo WhatsApp podem receber em primeira mão as notícias mais importantes do dia. Política, cotidiano, esportes, prestação de serviços, utilidade pública, administração, enfim, tudo isso em seu aparelho celular.

Acompanhe praticamente em cima da hora o fato, as repercussões, as opiniões. Saiba antes de todo mundo aquela notícia que será a discussão do dia seguinte.

Para participar é fácil.

É só clicar no link abaixo.

Afinal, a notícia não tem hora para acontecer...

Clique no link abaixo (ou nas imagens acima), e faça parte de nossa comunidade.

VOCÊ TAMBÉM PODE PEDIR O ACESSO ATRAVÉS DO WHATSAPP (11) 99118-5007



Tempo e temperatura


Google


Atenção!

Para ter Passando a Limpo em seu órgão de informação, ou receber material editorial de Arthur Godoy Junior, entrar em contato com a direção do site pelos telefones, e-mail ou endereços citados nesta página. Consultorias em jornalismo e estratégias de informação também podem ser adquiridas pelo mesmo método.


ENTRE EM CONTATO

(011)

99118-5007

ou...

(011) - 99118-5007 - WHATSAPP

E-mail: arthur007@uol.com.br


PODERES


Se você gostou deste site, acha que falta alguma coisa, colabore com a gente. Envie e-mail para arthur007@uol.com.br, ou telefone para (11) 99118-5007. Precisamos do seu apoio e incentivo, já que esta página é editada em São Paulo - S.P., a 385 km de Catanduva e região. Nossa intenção é informar, debater e ajudar. Mande suas informações, fotos, comentários. Ajude a manter este espaço. Agradecemos desde já. (Passando a Limpo)



Passando a Limpo é uma publicação on-line do jornalista Arthur Godoy Júnior (MTB 26.822) Endereço para contato: Rua Domingos Teotônio Jorge nr. 61 - Aricanduva - São Paulo - S.P, CEP 03904-040. Telefones: (11) 99118-5007, (0xx11) 2725-1346. E-mail: arthur007@uol.com.br - Hospedado na Locaweb - São Paulo. On-line desde 19/01/2003.